fbpx

Qual o melhor regime de tributação para a sua empresa?

Chegou o momento de olhar para sua empresa e, juntamente com o seu contador, definir o melhor regime tributário que sua companhia irá adotar. É um processo que, se bem utilizado, pode gerar enormes ganhos para sua empresa. Seu nome é Planejamento Tributário.

O Planejamento Tributário, algumas vezes é negligenciado ou até mesmo desconhecido por muitas empresas, porém, pode ser uma fonte imensa de oportunidades para sua empresa reduzir custos e melhorar seus resultados.

Em um país tão sobrecarregado de impostos e tributos como o Brasil, por meio de estudos e análises comparativas de tributação cumulativa ou não cumulativa, custos versus despesas, operações fiscais e variação da carga tributária máxima ou mínima, é possível entender o recolhimento de todos os impostos e identificar oportunidades de redução de custos tributários para sua empresa.

Em um cenário como o nosso, o Planejamento Tributário na prática deve estar presente no aproveitamento de incentivos fiscais, no pagamento de juros sobre o capital, na distribuição de lucros e nas diversas formas de tributação das pessoas jurídicas e de seus acionistas ou cotistas. Além de ser um direito de toda empresa brasileira, saber como fazer o Planejamento Tributário é uma obrigação para um bom administrador.

Planejamento Tributário é uma forma lícita (em conformidade com a lei) de reduzir a carga fiscal imposta à pessoa jurídica. É um estudo prévio à concretização dos fatos geradores que, em boa parte das vezes, escolhe entre a melhor tributação para empresa.

Planejar é escolher, entre duas ou mais opções legais, a que resulte o menor custo tributário.  Cabe ao responsável pela tomada de decisão da empresa entender as limitações previstas em lei, tipos de tributação e planejar a sua estratégia de atuação no Planejamento Tributário empresarial.

Quer um bom motivo e vantagens do Planejamento Tributário?
Que tal o grande aumento da carga tributária no Brasil nos últimos anos? Segundo o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), no ano de 1988, essa carga fiscal em relação ao PIB do país representava 20,01%. Em 2014, esse percentual subiu para 35,42%. Com esse crescente aumento, as empresas precisam estar cada vez mais atentas aos custos tributários e buscar alternativas legais para que os resultados sejam satisfatórios.

Além disso, vale lembrar que na Lei das SA’s fica evidente que é dever legal do administrador zelar pela situação financeira da empresa. Nesse sentido, conhecer também a legislação e trabalhar o Planejamento Tributário empresarial é um dos diferenciais que podem resultar em um orçamento empresarial eficaz.

Atualmente temos quatro grandes regimes de tributação no Brasil:
o    Lucro Real;
o    Lucro Presumido;
o    Lucro Arbitrado;
o    Simples Nacional.

Converse com o seu contador, mantenha sua contabilidade atualizada e verifique qual a melhor opção tributária para sua empresa e colha os melhores frutos!

Fonte:  https://migalhas.uol.com.br Contabilidade #GJacintho #Contador
A melhor opção em contabilidade para seus negócios no Brasil.
www.gjacintho.com.br

Post Anterior

Contribuintes têm até o dia 26 de fevereiro de 2021 para entregar a declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte 2021.

Próximo Post

O planejamento tributário e o expatriado

Deixe uma Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *