CONTEÚDOS DA G.JACINTHO

O papel da Contabilidade na Internacionalização das Empresas

internacionalização das empresas

O papel da Contabilidade na Internacionalização das Empresas

Cada vez mais, a busca por internacionalização das empresas brasileiras cresce. Isso porque, o processo é capaz de trazer diversas oportunidades aos negócios, como o acesso a novos mercados e o aumento da receita.

Entretanto, para que uma marca seja devidamente internacionalizada, é preciso contar com o suporte de profissionais especializados, que podem minimizar os riscos e auxiliar no enfrentamento dos desafios que vão surgir. 

Por isso, no post de hoje, vamos explicar como a contabilidade pode ajudar empresas que desejam se tornar internacionais.

Acompanhe até o final!

O que é a Internacionalização de Empresas?

Resumidamente, a internacionalização de empresas é o processo de regularizar a atuação de uma marca em outros países.

Tal exercício pode se dar através da exportação de produtos ou serviços, do estabelecimento de uma filial ou subsidiária no exterior, do investimento direto em outras empresas ou de parcerias estratégicas, como as joint ventures. 

Além disso, esse funcionamento pode ocorrer em diferentes níveis, indo desde a venda esporádica de produtos e serviços no mercado internacional até a criação de uma presença permanente em vários setores externos.

Por que as empresas buscam a Internacionalização?

A internacionalização das empresas vem ganhando cada dia mais força no Brasil, tendo em vista que o processo promove uma série de benefícios para a marca.

Dentre dentre eles, podemos citar:

  • Acesso a novos mercados: a internacionalização permite que as empresas possam vender seus produtos ou serviços em novos mercados, aumentando sua base de clientes e diversificando suas fontes de receita;
  • Redução da dependência do mercado interno: quando um negócio atua apenas nacionalmente, ele está mais vulnerável às flutuações econômicas e políticas internas. Porém, com a internacionalização, é possível reduzir essa dependência e se proteger contra as oscilações;
  • Aumento da competitividade: a atuação em novos mercados pode levar a uma maior competitividade, já que as empresas terão que se adaptar a novas realidades e concorrências;
  • Acesso a novas tecnologias: ao atuar em outros países, as marcas têm a oportunidade de conhecer novas tecnologias, práticas e conhecimentos, que podem ser aplicados em seus próprios negócios;
  • Aumento da rentabilidade: por fim, a internacionalização pode levar a uma redução nos custos de produção e a um aumento na eficiência e na produtividade, aumentando a rentabilidade da empresa.

Quais são os desafios da Internacionalização de Empresas?

Embora as vantagens promovidas no processo de internacionalização das empresas sejam muitas, não há como negar que os desafios e riscos também existem.

Dessa maneira, é fundamental conhecer quais são eles, a fim de procurar tomar os devidos cuidados.

Confira:

  • Problemas em entender o mercado: cada país tem suas próprias leis e regulamentações contábeis e fiscais. Logo, isso pode dificultar que as empresas consigam entender e cumprir suas obrigações;
  • Dificuldades com a adaptação cultural: da mesma forma, cada país tem sua própria cultura, que pode influenciar nas negociações e nas expectativas dos clientes. Assim, as marcas precisam ser capazes de se adaptar para ter sucesso no mercado internacional;
  • Flutuações cambiais: as flutuações cambiais podem afetar os preços de produção e de venda das empresas, o que pode afetar a rentabilidade do negócio;
  • Dificuldades em encontrar parceiros confiáveis: em alguns casos, as organizações precisam encontrar parceiros locais confiáveis para se estabelecer. No entanto, isso pode ser difícil em países desconhecidos;
  • Concorrência acirrada: a concorrência no mercado internacional pode ser bastante acirrada, com empresas de diferentes países competindo pelos mesmos clientes e recursos.

Leia também:

Empresas estrangeiras no Brasil: como funciona a abertura?

G. Jacintho se associa à Câmara Espanhola

Como a Contabilidade pode ajudar na Internacionalização?

Bom, agora que você já sabe o quanto pode ser benéfico para sua marca investir na internacionalização e conhece os principais desafios do processo, é hora de descobrir como a contabilidade pode auxiliar nessa jornada.

Afinal, contando com o suporte de uma empresa especializada, muitos riscos podem ser minimizados e, até mesmo, eliminados.

Veja, a seguir, quais são as 5 formas de apoio mais relevantes que a contabilidade pode oferecer:

1. Conhecimento sobre as leis do mercado 

Como dissemos anteriormente, cada país possui suas próprias leis e regulamentação contábeis e fiscais.

Sendo assim, o serviço prestado por uma empresa de contabilidade experiente ajuda no entendimento e, consequentemente, no cumprimento de todas as obrigações de um negócio que pretende ter atuação mundial.

Afinal, profissionais especializados e devidamente capacitados conseguem fornecer informações precisas e confiáveis.

2. Planejamento tributário

O processo de internacionalização de empresas brasileiras pode envolver, comumente, questões tributárias complexas, como a determinação do imposto de renda e a retenção de impostos sobre o valor agregado (IVA). 

De tal modo, a contabilidade pode ajudar a marca a planejar sua estrutura tributária internacional de forma eficiente, buscando reduzir os impostos pagos e maximizar a rentabilidade.

3. Consultoria sobre controle financeiro

Outra consequência da internacionalização é o aumento da complexidade envolvida no controle financeiro. 

Isso porque, o processo feito pelas empresas pode tornar as operações mais difíceis de gerenciar, devido à necessidade de administrar várias contas bancárias e moedas diferentes.

Porém, felizmente, os serviços de contabilidade também podem facilitar essa tarefa!

Uma equipe preparada de contadores consegue manter o controle financeiro, monitorando as receitas e despesas em cada mercado externo.

4. Análise minuciosa de mercado

A contabilidade também auxilia as empresas que querem ser internacionais a realizar uma análise detalhada sobre o novo mercado, fornecendo todas as informações necessárias à tomada de decisão. 

Através de dados claros e objetivos é mais simples para o negócio identificar as melhores oportunidades e os riscos envolvidos em cada operação.

5. Gestão de riscos

Por último, diante de todos os pontos positivos citados, não é difícil prever que a contabilidade ajuda as empresas no gerenciamento de riscos da internacionalização.

Dessa forma, passa a ser mais fácil e seguro lidar com as flutuações cambiais e com as mudanças nas leis e regulamentações locais.

G. Jacintho | Vasto Know-How em Contabilidade Internacional

Especializada em contabilidade para micro, pequenas e médias empresas, a G. Jacintho é uma empresa brasileira que está no mercado há mais de 35 anos.

Com experiência reconhecida em serviços contábeis, finanças e negócios internacionais, o escritório conta com uma equipe de profissionais altamente qualificados, capacitados e bi lingues.

Além disso, a G. Jacintho possui uma ampla rede de parceiros ao redor do mundo, o que pode facilitar os processos internacionais e a realização de negócios voltados ao comércio exterior.

A empresa ainda oferece suporte personalizado aos empresários que pretendem atuar em outros países, tendo absoluto domínio sobre leis, registro de marcas, regulamentações, desafios e riscos da internacionalização.

Portanto, se você quer ampliar seus horizontes e alcançar novos patamares de sucesso, não perca tempo e conheça os serviços prestados pela G. Jacintho Consultoria! 

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Post Relacionados