Informações relevantes

Retomada: Veja os boletos que você pode pedir redução

Especialista lista os melhores caminhos a serem seguidos diante dessa crise.

Mesmo com a retomada da economia e dos comércios a situação está longe de voltar à antiga normalidade.  Segundo pesquisa realizada, mais da metade dos brasileiros ficará inadimplente por ocorrência da crise causada pelo novo coronavírus.

Em meio a esse cenário de instabilidade, grande parte da população não consegue colocar em dia o pagamento de despesas básicas, como por exemplo, aluguel, água e energia elétrica.

Continue Reading

A nota de R$ 200 e o porquê da emissão dela

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou (29/07/2020) a criação da nota de R$ 200,00 a ser lançada em breve (a partir do final do mês de agosto) quando os brasileiros poderão circular com a nova cédula.

A cédula terá como personagem o lobo-guará. A escolha se deu através de pesquisa do BC (2001) para que a população escolhesse quais animais em extinção da fauna brasileira desejavam ver representados no dinheiro e os mais votados foram tartaruga-marinha (presente na nota de R$2), o mico-leão-dourado (presente na nota de R$20) e, em terceiro lugar, o lobo-guará. O anúncio foi feito pelo Banco Central (BC), que convocou uma entrevista coletiva para apresentar a nova nota.

A tiragem será de 450 milhões de unidades de cédulas de R$ 200 até o fim de 2020, o equivalente a R$ 90 bilhões.

Segundo Carolina de Assis Barros, Diretora de Administração do Banco Central, em uma coletiva de imprensa informou que a decisão de criar a nota de R$200 é que o Brasil e o mundo observaram um entesouramento desde que a pandemia começou, o que significa pessoas guardando mais dinheiro físico, tem mais gente querendo guardar papel moeda.

“Em momentos de incerteza, as pessoas tendem a fazer saques e acumular reserva”, afirmou a diretora. “As casas impressoras de dinheiro foram desafiadas a produzir um maior volume em uma menor quantidade de tempo. É desafiador, porque há limitações fabris, de insumo e de produção das máquinas.”

As hipóteses do Banco Central para este comportamento levantam não só a formação de reservas por parte da população, como também o pagamento dos auxílios financeiros (como o auxílio emergencial) e a diminuição do volume de compras no comércio.

O dinheiro foi mais demandado, mas menos gasto e, portanto, não circulou com a velocidade esperada para rodar a economia.

O plano de criar uma nota de R$200 já existia. Hoje, a quantidade de papel-moeda em circulação está adequada para as necessidades da população, mas não é possível saber por quanto tempo o tal entesouramento continuará.
Por isso, o BC decidiu agir preventivamente para um possível aumento de demanda.

Carolina Barros afirmou, ainda, que a nota de R$200 permitirá reduzir custos de logística e distribuição pelo país.
No final de agosto, quando a nova cédula for lançada, o Banco Central apresentará os elementos de segurança contra falsificações.

Fonte: https://www.contabeis.com.br/noticias/43940/banco-central-lancara-cedula-de-200-reais/
            https://blog.nubank.com.br/nota-200-reais/

#Contabilidade #GJacintho #Contador #PericiaContabil
A melhor opção em contabilidade para seus negócios no Brasil.
www.gjacintho.com.br

NADA MUDA. São Paulo é exceção e mantém a obrigatoriedade de alvará para empreendimentos de baixo risco.

A nova Lei Nº 13.874, conhecida como Lei da Liberdade Econômica trouxe importantes novidades e impactos para o ambiente de negócios no Brasil. Uma dessas mudanças é a possibilidade de extinção de alvarás para empreendimentos classificados como atividades de “baixo risco”.

Porém a Cidade de São Paulo é uma exceção e MANTÉM A OBRIGAÇÃO DO ALVARÁ para empreendimentos de baixo risco de acordo com a legislação municipal.

A Prefeitura continua inclusive multando e lacrando estabelecimentos pela falta de alvará.

Consulte sempre um contador para avaliar o seu caso.

Tem dúvidas de contabilidade? Entre em contato conosco.

A melhor opção em contabilidade para seus negócios no Brasil.
www.gjacintho.com.br